Vídeo Vai Parar Na Web Mulher De Corno Gulosa Metendo Gostoso Pro Corno Filmar Com O Corno Rio De Janeiro – Rj

visualizações

24 seg

Categoria:

Tag: , ,

Vídeo Vai Parar Na Web Mulher De Corno Gulosa Metendo Gostoso Pro Corno Filmar Com O Corno Rio De Janeiro – Rj

Vídeo Vai Parar Na Web Mulher De Corno Gulosa Metendo Gostoso Pro Corno Filmar Com O Corno Rio De Janeiro – Rj

Engasguei um pouco mas foi gostoso demais sentir os jatos da sua porra batendo na minha garganta. "meu nome é David, sou moreno cor de jambo, tenho 25 anos, não sou magro nem gordo tenho 1,80 de altura 80 quilos,tudo começo quando começou quando um dia minha chefe pediu pra que eu levasse ela no banco, pois o carro dela estava na oficina, no caminho ela recebeu uma ligação de seu marido, que pelo que deu pra entender ele a tratou mal, e pelo que parecia não tinha sido a primeira vez, depois que ela desligou ficou se lamentando dele, dizendo que ele merecia ser traído e mais umas coisa, dai pensei é a hora de atacar, pois sempre fui tarado nela, uma morena de 1,70 de altura peitos médios, bunda tamanho GG linda e uma bucetinha pequenininha e apertada…logo comecei a consolar minha chefe e percebi que ela estava decidida a ir fundo na traição, não me deixei perde tempo, mesmo dirigindo comecei a passar a mão na perna dela e consolando ela sempre me dizendo que eu era gentil e que eu deveria ser um ótimo homem, depois de muita conversa chegamos ao banco ela resolveu o problema e decidimos sair pra almoça, leve ela a um restaurante bacana, la conversamos e ela começou a se insinuar pra mim e perguntou se eu teria coragem de ficar com ela, eu disse que sim que ela era muito bonita nova charmosa, só restaurante sem muitas conversa ela já mandou eu ir pra um motel próximo disse que o marido iria ter o que ele queria, fiquei sem palavra e apena obedecia levei o carro ate um motel, ela já bem soltinha acariciava meu pau por fora da calça mesmo, quando entramos no motel ela me deu um beijo e disse que estava doida pra dá, disse que o marido dela não a comia ela e quando ele comia era só uma transa rápida, ela falou que queria um homem de verdade, e eu a mostrei que sou um homem de verdade, já fui abrindo o zíper da calça e ela se surpreendeu com o tamanho do cacete já duro ele mede 19 cm, ela falou nossa é o dobro do corno do meu marido, eu apenas sorrir e a puxei pra que ela a mamasse, e sem frescura ela caiu de boa nele, chupava deliciosamente, mas meu intuito era outro era aquele rabo delicioso, sem demoras coloquei-a de 4 e metir forte naquela boceta que era apertada ela gemia gostoso rebolava como se meu pau fosse o melhor, depois de uns minutos ela gritou mais rápido seu tarado, vai me fodeee porraaaa eu vou gozaaa, sentir que a buceta dela ficou mais lubrificada e mais quente, era o gozo da minha chefinha que delicia eu fiquei loco com aquela cena eu comendo aquela buceta olhando aquele cuzinho piscar pra mim não deu outra gozei dentro dela quando tirei o pau dela ela olhou e falou quero mais,vou contar no próximo pra não ficar cansativo, mas foi uma foda maravilhosa comer minha chefinha!!!"Sentados, saboreamos uma deliciosa cerveja.

Há alguns anos quando tinha um colega da mesma idade que eu chamado Nando (o apelido é real), ficávamos juntos sempre que podíamos, um belo dia no apartamento dos pais deles (eu morava no mesmo prédio) que jogávamos vídeo game, e ele me disse se colocássemos um código nossos personagens ficariam sem roupas no jogo e podíamos dar comandos, assim o fizemos e nossos personagens ficaram nus e começamos a jogar. Não porque eles estejam frequentando aquela instituição que contribui para fazer as pessoas pararem de beber, mas porque ambos tem os nomes iniciados pela letra A: Augusta e Adelmo são os nomes deles. Ela passava a mão em nossos paus por cima da bermuda,acariciava e colocava a boca,estávamos nos deliciando,ela tirou nossas bermudas e cuecas,chupava e lambia um enquanto punhetava o outro mas eu estava com muito tesão e mandei Leona ficar de quatro e fui enfiando meu pinto no seu cuzinho, primeiro a cabeça,fui metendo devagar e vi que entrou até as bolas,ela falava que eu adorava comer seu rabo e gemia,eu segurava sua cintura e comecei a comer seu cu,sentia espasmos no meu pau pois seu buraquinho dava contrações,Lucas também se posicionou de joelhos na frente de Leona segurando o pau na mão,ela pegou seu cacete e chupava como uma gulosa,ele também gemia de prazer,era muito bom ver aquela cena,eu via meu pau sendo engolido por aquele rabinho tesudo e via ela mamando no pau de Lucas que gemia e empurrava sua cabeça para fazer mais pressão,Leona estava como uma verdadeira escrava sexual,eu masturbava sua bucetinha esfregando meus dedos,ela se contorcia, sussurrava e gozou,ficamos assim por um tempo até que Lucas falou para ela que estava louco para comer aquele cu com bastante tesão,ele ficou sentado na cama com as pernas no chão e foi enfiando seu cacete no cu de Leona e disse:Hum,que gostoso,faz o meu pau enlouquecer no seu rabinho faz.

Ele tinha incentivado sua esposinha aquela situação e agora não podia parar aquele gigante, mesmo que quisesse!! É, parecia que ele ia levar chifres mesmo!! Lágrimas lhe vieram aos olhos! Bom, pelo menos cento e cinqüenta dólares lhe aliviaria a dor dos cornos! E também Gisele não sabia o que estava acontecendo com ela!-Vem cá…crioulo machudo!! Você me fez gozar como nunca!! Deixa agora eu retribuir…com minha boquinha!!Não, não era verdade!! Sua esposinha que apenas dias antes começara a lhe fazer boquete com perfeição de uma profissional, ia agora presentear aquele negão que ela mal conhecia!!-Meu deus! Ela deve tá inteiramente fora de si!!Não sabe o que está fazendo…Gisele ajoelha-se a beira da cama enquanto Ruddi também se ajeita ficando com as canelas fora da cama e Gisele entre suas pernas olhando extasiada a imensa tora de carne negra em suas mãos!!Gil também via a imensidão de rola que Ruddi possuía!! Mais um motivo pra se sentir profundamente humilhado! Gil pela primeira vez notava a exuberância das nádegas de sua mulherzinha e por um breve momento um brilho de felicidade passou em seus olhos quando ele imaginou que quando tudo terminasse ele iria possuir aquele cuzinho virgem da esposinha!!Porém ao ver os lábios de Gisele ovalarem-se ao se aproximarem da arroxeada bolota da glande de Ruddi, ele não conteve um soluço e as lágrimas!! Gil teve que morder a própria mão para não deixar seus chifradores escutá-lo.

Estava tudo uma delícia então coloquei meu celular para filmar a foda e fui para o lado deles tocar uma punheta enquanto eles comiam minha namorada safada que gemia feito uma louca mostrando que também estava gostando do sexo.

ochê home isso vai dar certo? meu pai já é corno mesmo, melhor ser do irmão do que do sobrinho.

Seu trabalho como advogada de uma rede de agências da Fiat, a trazia sempre ao Rio de Janeiro. Me jogou pro lado e já foi subindo em cima de mim enquanto arrancava o vestidinho, eu mal tive tempo de tirar a roupa e ela já estava no meu pau, cavalgando como louca, fiquei impressionado ao ver seus peitos, nunca tinha reparado como eram grandes, ela nunca se vestia para os valorizar, ficavam pulando na minha frente e ela gemendo alto, aumentei a musica para meu irmão não ouvir e ela cada vez fazendo mais rápido, parecia que ia arrancar meu pau fora com as reboladas que dava, levei uns minutos para acreditar que minha priminha que era chata de tão certinha e odiava que falasse de homens era essa devassa na cama, melhor que muitas das mulheres que já comi, a coloquei de quatro, e fazia com força, ela mordia o travesseiro para não gemer muito alto mas mesmo assim fazíamos muito barulho e fiquei com medo de que nos ouvissem, já fazia horas que estávamos metendo sem parar, meu irmão poderia acordar e nos ouvir, a coloquei para chupar e quase gozei, ela chupa com gosto o pau, as bolas, faz tudo certinho, fizemos muitas posições até que a mantei ficar de quatro de novo e coloquei lubrificante (que deixo ao lado da cama tmb) no cuzinho dela, vi que ela deu uma retraída e falei para ela que íamos tentar devagarzinho, ela não se mexeu e eu coloquei com calma aos pouquinhos, ela não segurou e deu um grito de dor e mandou tirar, pedi para ela aguentar e ela falou mais alto tira agora, meu pau estava quase explodindo de vontade de gozar no cuzinho apertadinho dela, mas tirei como ela mandou, deitei do lado dela desanimado por ela ter negado e ela pediu desculpa, falou que nunca fez porque doi de mais, falei que tava tudo bem e fui ao banheiro ao lado do quarto, lavei meu pau por ter colocado por traz e voltei já mandei ela deitar que queria então meter com força até gozar na bucetinha dela, ela sorriu e obedeceu, fui fazendo cada vez mais forte e ela fazendo cada vez mais barulho até que ela começou a gozar, e vendo isso eu também não aguentei, vi que ia gozar e tirei esporrando na bucetinha, barriguinha peitos e até um pouquinho no rosto, parecia que não acabava tanta porra, ela ficou sorrindo com cara de safada enquanto me olhava e sentia meu gozo quente pelo seu corpo todo. Beijou vorazmente sua mulher Marlene e em seguida se dirigiu a mim enaltecendo minha beleza.