Video Caseiro Brasileiro Amador Piranha Gostosa De 32 Anos Dando Dando Para Marido – Porto Alegre

68 seg

Categoria:

Tag: , ,

visualizações

68 seg

Categoria:

Tag: , ,

Video Caseiro Brasileiro Amador Piranha Gostosa De 32 Anos Dando Dando Para Marido – Porto Alegre

Video Caseiro Brasileiro Amador Piranha Gostosa De 32 Anos Dando Dando Para Marido – Porto Alegre

Não me importo com o que vai dizer a ele, se inventar alguma coisa ou dizer a verdade, só espero que nenhum de vocês atrapalhem minha nova vida.

Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal.

Era a mulher do caseiro do sítio de meus cunhados, cabelos negros, corpo bem formado.

Quando ouvi isso meu pau ficou duro e comecei a massagear aquele pé de Deusa, de rainha, de princesa um pé sensacional aí depois ela me chamou pra ir na casa dela a donzela me disse que seu marido não tava e seus filhos não moravam mais com ela e quando cheguei lá ela tava com uma roupa de rainha e ela pediu pra eu deitar na cama dela ela subiu em cima da minha cara e senti um xule sensacional depois ela começou a fazer uma cara de puta e chutou meu pênis começou a pisar no meu cabeção e comecei a massagear a piuta gostava que lambesse entre os dedos dela mano aquele pé e ela bateu uma pra mim no meu pé X falou– A donzela quer um leite real. Depois de gozar, voltou a elogiar os brasileiros.

Isso tudo demorou uns 15 minutos, imaginei se ele ainda estava lá… Chamei pelo SKYPE:– Vamos? – e ele:– Bora gostosa… e já mandou a solicitação de chamada com vídeo a qual eu atendi rapidamente…Apareceu no meu vídeo uma piroca preta gigantesca e dura com uma cabeçona enorme, roxa e melada… Com o áudio aberto eu falava com a voz afeminada:– Estou louca de tesão seu puto safado pauzudo, cavalo… Seu pau é enorme e eu quero chupar.

Luiz e Fernando, ficando Raimundo a contra gosto no balcão, chegando lá falei Fernando vai dando o cú ai e eu vou arrumando aqui quando gozar, você sai e chama Raimundo, diz que cansou é muita coisa, pra ele vim me ajudar é o tempo que Sr.

fiquei uns 10 minutos lavando meus joelhos e pernas e jogava água sobre meu corpo que escorria pelas minhas costas e meu reguinho fazendo meu corpo brilhar no sol dando masi asas a imaginação do meu vizinho.

e disse– Piranha minha não tem essas frescuras…. De fato, eu havia tomado duas cervejas e já me sentia bem alegre, quando o vi.

Ao chegar no motel tomei um banho, depois ela tomou o dela e quando chegou na cama já arranquei a toalha e chupei a gostosa do dedinho do pé até sua buceta onde eu caprichei muito, passando a língua ao redor deixando ela excitada e pedindo para eu chupar mais.