Video amador fora do normal esposa bastante gostosinha comendo esposa vagabunda com o corno de jardins – sp

26 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

26 seg

Categoria:

Tag:

Video amador fora do normal esposa bastante gostosinha comendo esposa vagabunda com o corno de jardins – sp

Video amador fora do normal esposa bastante gostosinha comendo esposa vagabunda com o corno de jardins – sp

Conversávamos de forma descontraída quando virei para o meu amigo e perguntei o que ele achava da minha esposa dormindo. Como eu passo o dia todo jogando vídeo game, assistindo filmes e séries e lendo livros, acabo tendo problemas nos estudos. Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal. Eu perguntei o motivo de ele dizer isso, e ele disse que ele tava louquinho por mim, que queria foder comigo, que desde a primeira vez que me viu ele não consegue esquecer o meu jeitinho e nem o meu perfume, eu argumentei com ele dizendo que não podia rolar nada até porque ele era casado tinha até filhos, e ele me pegou nos braços fortes e quentes dele e perguntou se eu não queria nada nada com ele, ele me prometeu que se eu jurasse que não desejava foder com ele ele me soltaria, e eu não poderia mentir pra ele nem pra eu mesma, então fiquei quietinha enquanto sentia a respiração daquele negro, do sorriso envolvente e do olhar que deixa qualquer mulher com o psicológico abalado, então ele me pôs contra a parede, e me beijou a boca, eu fechei os olhos e me entreguei totalmente, não poderia nem me dar o desfrute de pedir pra parar de interromper por medo de meu papai ou minha mamãe nos pegarem no flagra, estava tão bom aquele clima de escondido é mais gostoso, logo ele parou o beijo e foi descendo a mão, pela minha barriguinha até chegar ao meu capozinho de fusca, que estava repartido no meio pela calça leggin, ele começou a esfregar o dedo do meio da mão dele no vão que a calça fazia na minha xaninha, começou a me masturbar por cima da calça e logo deu pra ele sentir o tecido úmido, ele cheirou o dedo e sorriu, eu fiquei constrangida por ele ver que eu estava molhadinha, mas como não ficar se eu morria de tesão por ele e ele tava tocando uma siririca gostosinha pra mim. E no dia marcado eu estava me aprontando e passando batom em frente ao espelho e vi que ele estava de pau duro e batia uma me olhando e fui até ele e falei, deixe que a esposa termine pra você quando chegar.

"No início as aulas ocorreram normalmente, ele sabia explicar a matéria e por ser muito paciente,minhas notas logo começaram a melhorar. Voltamos até perto do meu trabalho, ela pede meu número, nos beijamos e ela deixa o recado:eu-precisamos conversarEu fico sem jeito, e digo apenas:"-ISSSSSSSOOOOOOO PRETO, ME FODE, ME ARREGAÇA INTEIRA PRO CORNO VER. Então, pra que empregados?Depois de guardarmos tudo na cozinha, ela me mostrou a casa, os jardins, a piscina, quadra de tênis,um pomar.

Entrei no banheiro e não tranquei a porta , depois de uns 10 minutos me punhetando a porta do banheiro se abre , era Elaine , fiquei sem graça pois estava com o pau duro , ela riu bastante e perguntou se eu estava assim por causa dela.

Já tinha rolado boquete, chupação de xotinha e Moacir estava comendo a esposa, quando Julieta chegou.

Joguei ela na cama, chupei a buceta, enfiei nela sem dó, botei de quatro, dei uma lambida no cuzinho, enfiei um dedo e ela me falou: que delícia, daí tirei o dedo e enfiei o pau e comi violentamente o rabinho e a vagabunda gritava de prazer até que não aguentei mais e enchi o rabo dela….