Vazou no whatsapp vídeo mulher de corno boqueteira metendo gostoso pro corno filmar do seu marido corno de manaus

8 min

Categoria:

Tag: , , ,

visualizações

8 min

Categoria:

Tag: , , ,

Vazou no whatsapp vídeo mulher de corno boqueteira metendo gostoso pro corno filmar do seu marido corno de manaus

Vazou no whatsapp vídeo mulher de corno boqueteira metendo gostoso pro corno filmar do seu marido corno de manaus

Não sei se quero continuar as sessões ! Acho que preciso refletir sobre isso…"Me chama no Whatsapp para conversamos,  tricar experiência 13974040926– Nossa, que boquinha de veludo, sua safada.

Eu acho muito bom quando a mulher gosta e sente prazer em fazer sexo gostoso,sem neuras pois em quatro paredes,tudo é válido para ter prazer em ambas as partes,sentir um bom orgasmo para aliviar toda a tensão sexual. Marlene, bem ao nosso lado, ao lado da cama, ao filmar o boquete de Sandra mais de perto, ficou com sua bunda virada para mim.

Era uma excelente boqueteira, a Laura.

Marcela e Fran só usam fio dental e a amiga delas também, foram pra piscina, os rapazes foram fazer churrasco junto comigo, começamos todos a tomar cerveja, o dia transcorreu normal, a noite marcamos de ir a cidade ver o mela mela na praça, deixamos as meninas na casa e fomos, já bem entrosados pela bebida e pelo dia juntos, a Marcela de short de malha e um bluzinha sem sutiã, a Fran e a amiga também, chegando lá fomos comprar bebida, elas todas animadas, no mela mela, começou as brincadeiras, notava que tanto o namorado da Fran como o amigo por serem mais jovens eram bem salientes, vez por outra pegavam a Marcela pela cintura e saiam brincando, eu como não achei nada demais, num determinado momento o namorado da Fran abraçou a Fran e Marcela pela cintura e ficou um bom tempo, olhei desconfiado quando vi ele passar a mão boba na sua bunda, ela não fez reação, fiquei só olhando pois os olhos dela brilhava, ele apertava sua cintura puxando pra junto de si, e depois agora descabidamente apertou sua bunda com a mão, notei que ela deu um beliscão nele rindo pra ele, acho que foi a aprovação, fiquei com ciumes, mais inexplicavelmente com tesão também, notei que a Fran estava vendo mais era cúmplice, pois até incentiva a amiga com os olhos, o outro casal estava proximo, acham que estavam vendo pois é muito explicito, mais não esboçavam reação, bom fiquei proximo na minha tomando cerveja e resolvi entra na brincadeira servindo cerveja para eles, disse que iria num bar comprar mais, peguei o isopor e fui, quando voltei acho que eles sabiam que eu não iriam ter nenhuma reação, a Marcela e Fran estavam aguarradas no pescoço dele, Marcela tinha dado um beijo no pescoço dele e ele alisando suas costas, me aproximei coloquei cerveja nos copos deles e continuamos, Marcela vez por outra vinha em minha direção, me dava um beijinho e, voltava pros braços dele, assim ficaram até meia noite quando o mela mela acabou, fomos todos pros carros para volta ao sitio, no carro Marcela notou que eu estava de pau duro, pegou no meu pau, vinha devagar para não bater o carro, ela tirou o pau para fora e disse hum amor esta assim, rapidamente ela tirou seu short, ficando só de calcinha, meteu a mão na buceta e passou na minha boca, olha amor tô toda gozadinha, fiz só ri, ficou me punhetando no carro e dando uns beijinhos, com as pernas abertas e eu com uma mão na sua buceta toda melada, eu disse amor eu vi você e o namorado da Fran, ela riu e disse gostou amor, eu afirmei que sim com a cabeça, ela disse você viu com sou uma putinha amor, eu disse sim e continuou me punhetando, ela disse amor o pau dele tava super duro, ele colocou minha mão e a da Fran em cima dele, quase gozo amor, queria dar pra ele ali mesmo, você deixava amor, eu disse sim quase gozando, ela disse goza amor na mão da sua putinha, gozei quase bati o carro, chegamos no sitio, pois é perto, Marcela desceu para abrir o portão só de calcinha com o carro deles atras, só vi os assobios da turma no outro carro atras do nosso, entrei com o carro e Marcela ficou atras pra fechar o portão, ela não mais vestiu o short, correu pra piscina, tirou a blusa e pulou, a Fran fez o mesmo jeito, fui abrir a casa, o casal novinho disse que iriam pro quarto, então logo estavam Marcela, Fran e o namorado dela na piscina, fui até lá e já como corno disse que iria pegar umas cervejas pra eles e iria me deitar, deixei eles na piscina abastecidos de cerveja e fui pro meu quarto, do quarto dava pra ver a piscina, fastei a cortina e vi que eles estavam juntos rindo, logo vi a Marcela dar um beijo nele, depois o namorado sentou na borda da piscina, Fran e Marcela começaram a dividir o pau dele todas duas chupando, não demorou elas sairam da piscina e Fran sentou no seu pau enquanto a Marcela deu sua buceta para ele chupar, logo vi que Fran gozou e foi a vez da Marcela, deitou-se abriu as pernas e ele meteu na sua buceta com Fran por cima dela e ela chupando a Fran, ficaram assim, depois Marcela ficou de quatro com ela gosta, ele por tras e Fran com a buceta na cara da Marcela, não demorou e ele gozou dentro da Marcela, eu já tinha gozado vendo, demoraram um pouco e vieram pra casa, Marcela entrou no nosso quarto fechou a porta, veio até mim, meteu o dedo na buceta e passou na minha cara, sua puta tá toda gozada amor, foi maravilhoso, assim foi depois conto como foi o restante o carnaval…. Ela dizia que queria dar pro caseiro, que eu seria seu corno e me perguntava se eu vi o quanto ele estava com tesão ao me ver daquele modo e dizia que queria aquela pica dentro dela e gozou gritando que eu seria seu corno manso.

"Eu fudi minha professora nas férias, ela é uma cora de 40 com tudo em cima e ainda casada com um cara muito chato, eu estava na casa dela para ajeitar o computador da filha dela já eram 15:40 e seu marido estava no trabalho e a filha estava na casa de uma amiga , lá estava eu ajeitando e minha prof vem me oferecer um lanche, ela estava linda de shortinho curto e uma camiseta folgada e dava pra ver que estava sem sutiã, eu prontamente aceite imaginando em lancha-la e fomos para a cozinha onde ela fez um sanduiche e suco para mim, eu não tirava os olhos de sua bunda e quando ela virou que me viu paralisado olha sua linda bunda soltou um sorriso e disse que eu estava muito quieto e eu disse a ela que estava com vergonha pois estava achando estranho e ela veio se aproximando e olhou bem dentro dos meus olhos, eu tomei coragem e a beijei ela retribuiu então percebi que era hora de atacar então levei ela para o quarto e meti na buceta gostosa dela ela gemia feito uma loucaÀs vezes, ele passava alguns dias na minha casa, às vezes eu passava alguns dias na casa dos meus tios, e a programação era sempre a mesma: jogar bola, brincar, jogar videogame, uma eventual praia ou clube, e essa era mais uma dessas visitas.

Eu comecei o serviço limpei algumas mesas depois chegou karla a filha dele ela tinha uns 18 anos morena com uns peitinhos do tamanho de um limãozinho uma bundinha não muito grande magrinha ela disse que o pai dela tinha mandado ela me ajudar eu sorri e disse tudo bem ela perguntou por onde começava eu mandei ela pegar a mangueira e ir lavando o frízer ela acabou se molhando e escorregando np chão eu fui ajudar e minha mao encostou no peitinho dela eu ajudei ela a levantar segurando ela pelas costas e sua bundinha encostou no meu pal que endureceu na hora ela me olhou eu chamei ela na cozinha e abaixei minhas calças ela ficou assustada mas ai eu peguei a mão dela e coloquei no meu pal e fiquei me masturbando com a mao dela depois virei ela de costas ela deixando tudo levantei a sainha dela puxei a calcinha de lado e encostei meu pal na sua bocetinha ela tentou se sair mais ai eu abracei ela com um braço ela disse que ia gritar eu falei que ia mais iria ser de prazer com a outra mao fui guiando meu pal ate a entrada de sua bocetinha coloquei ela sobre a mesa da cozinha e fui botando meu pal devagarzinho quando passei a cabeça ela deu uma gemidinha ai eu fui forçando e ela gemendo mais alto quando coloquei toda virei ela ela estava chorando ai eu nao aguentei acho que sou sadomasoquista comecei a meter rapido e forte ela gemendo e chorando eu via aquela cena e me dava vontade de empurrar mais eu tava metendo ate o ovo quando olhei pro meu pal entrando e saindo da bucetinha melada de sangue foi quando me dei conta da loucura que tinha feito eu tava descabaçando minha prima quer dizer ja tinha descabaçado aquela altura ela ja estava começando a gostar quando eu tava gozando atirando jatos de porra dentro dela que eu tirei meu pal melado de sangue ela pediu por mais ai eu olhei pra ela e disse que agora so da próxima ce que eu voltar me limpei e chamei ela pra terminarmos de lavar o bar mas de vez em quando ela vinha e dava uma chupadinha quando terminamos fechei o bar meu tio chegou. "Manaus/Am-Você foi uma das minhas melhores transas.

No sábado passado, fui num show do Henrique e Juliano com meu marido. Teve um momento que ele enfiou dois dedos na buceta dela e os dedos ficaram lambuzados de tanto gozo dela,ele a proximou os dedos da minha boca e mandou eu chupar os dedos dele;chupei uma a um e ele me chamou de corno safado.

VOCE VAI FICAR AQUI E ME FAZER COMPANHIA, TUDO BEM ASSISTI O JORNAL E RESOLVI IR PARA O MEU QUARTO, NÁO ESTAVA COM SONO E FIQUEI DEITADO ESPERANDO PARA VER O QUE IA ACONTECER, NÁO DEMOROU MUITO ELA BATEU LEVEMENTE NA PORTA QUANDO IA MANDAR QUE ENTRESSE ELA ENTROU, ESTAVA COM UMA SAINHA CURTA E UMA BUSINHA COM UMA CARREIRA DE BOTÓES , ENTROU E SE AJOELHANDO AO LADO DA CAMA FICOU CONVERSANDO COMIGO, NOTAVA-SE QUE ESTAVA NERVOSA POIS FALAVA COISAS DESCONEXAS, DE REPENTE SE LEVANTOU E DISSE HI TEM MOSQUITO AQUI E COME;O A PERSEGUIR UM MOSQUITO QUE EU NÁO VIA, E ENXERGO MUITO BEM, SEGUIA SUA PRESA E DE REPENTE SUBIU NA CAMA E LEVANTOU OS BRACOS NO GESTO TIPICO DE QUEM MATA UM MOSQUITO, HOJE NÁO QUERIA MOSTRAR S[O OS SEIOS, ENXERGUEI SUA CALCINHA MINUSCULA, ENTERRADA NO REGUINHO, DEPOIS COM A MAIOR SIMPLICIDADE SENTOU-SE NOS P[ES DA CAMA COM AS PERNAS CRUZADAS E BEM ABERTAS E CONTINUOU FALANDO COISAS SEM SENTIDO, EU PUXEI UM LENCOL E ME COBRI, TAMBEM SOU MUITO CARA DE PAU NESTE ASSUNTO, SEM NENHUM CUIDADO LEVEI A MÁO AT[E A BRAGUILHA ABRI O FECHO FAZENDO BARUNHO CARACTERISTO E TIREI O PAU PARA FORA, ESTE J[A ESTAVA BEM DURO, COMECEI UMA LEVE PUNHETA, DEVAGAGAR MAS DEIXAVA QUE O LENCOL SUBIA E DESCIA PARA ELA NOTAR O QUE EU ESTAVA FAZENDO, FALA ALGUMA COISA COM ELA MAS NÁ DESGRUDAVA OS OLHOS DA SUA CALCINHA, NOTEI QUE O VOLUME ERA PEQUENO, ELA TAMBEM FIXAVA O LENCOL SUBINDO E DESCENDO E EM DETERMINADO MOMENTO PERGUNTOU, EST[A QUENTE, PORQUE NÁO SE DESCOBRE, EU ENTÁO OLHANDO-SINICAMENTE FELEI POR QUE VOCE NÁO FAZ ISTO PRA MIM, FACO SIM E PEGOU O LENCOL PUXANDO-O DE UM S[O GOLPE ME DEIXANDO COM O PAU NA MÁO DURO COMO UM FERRO, NOSSA COMO [E GRANDE O DO VENANCIO [E A METADE TALVEZ POR ISTO QUE NÁO ME DA PRAZER, E FOI LOGO SEGURANDO O FERRO, PUXEIA PARA MIM PEGUEI SEUS PEITINHOS QUE A TANTO TEMPO QUERIA PEGAR ACARICIEI BASTANTE DEPOIS LEVEI A MÁO ENTRE SUAS COXAS E ENDIEI DENTRO DA CALCINHA, REALMENTE ERA PEQUENA A BUCETINHA DELA, MAS LISINHA COMO EU GOSTO, APESAR QUE MINHA MULHER J[A TINHA ME DADO TODAS AS DICAS, TOMARAM BANHO JUNTAS V[ARIAS VEZES, E ELA SEMPRE DIA SE CONSEGUIR COMER A RAISA VOCE VAI GOSTAR MUITO DA BUCETA DELA E PEGUENA E MUITO INCAHADA E PARECE ESTAR SEMPRE COM TEZÁO, COMECAMOS A NOS APERTAR E ELA J[A GEMIA COMO SE ESTIVESSE SENDO COMIDA, DE REPENTE EU A SEGUREI PELOS OMBROS E PERGUNTEI, VOCE ACHA QUE O VENANCIO MERECE ISTO, ELA RESPONDEU NÁO S[O MERECE COMO FACILITOU AS COISAS PRA N[OS BOBINHO, DEPOIS EU CONTO TUDO PRA ELE E QUASE MORRE DE EXCITACÁO, [E QUANDO ME COME GOSTOSO, QUANDO TENHO ALGO PRA CONTAR PRA ELE.