Sabrina Suzuki Travesti Super Dotada

Sabrina Suzuki Travesti Super Dotada

Sabrina Suzuki Travesti Super Dotada

A cena no quarto era impressionante aos olhos de Juliana: um homem ajoelhado na cama, com os braços presos ao ferro por um par de algemas, uma mordaça com uma bola enfiada em sua boca e uma travesti, usando apenas um espartilho, luvas, meias 7/8, saltos agulha altíssimos e um chicote, tudo na cor preta. Mauro com as duas mãos rasgou meu vestido de cima á baixo.

Eu já estava explodindo de tesão e gozei na boca dele.

"Ola meu nome é gisele tenho 22anos corpo bem definido! Tenho fantasias secretas com mulheres nunca contadas a ninguém. E começou a meter rápido, e admito a cena era bonita, aquele homem enorme em cima de mim, me cobrindo todo, percebendo apenas meu cabelo mexendo a cada estocada que ele dava.

Voltei e pedi que ela deixa-se as suas roupas durante o caminho, deita-se na cama, eu iria amarrar seus braços na cabeceira da cama com a fronha do travesseiro, mas folgada a ponto dela tirar se ela quisesse, ela topou e ficou ansiosa.

Sua amiga, de forma piadista, completou:– se fosse pelo menos uma mulher nua, faria questao que vinhesse me ajudar. Minha mulher, é destas garotas tipo mignhon, baixinha e super gostosa, peitos redondinhos e médios, pernas bem feitas, bundinha arrebitada e uma bucetinha super quente e insaciável.

Vi as notícias, almoçei sozinha e fui dormir um pouco para me acalmar, pois acordo cedo.

Ao fim do terceiro dia, Julia e eu estávamos ainda mais apegados um com o outro, como disse anteriormente, rolava naturalmente e era simplesmente perfeito estar com ela, à companhia de Sabrina também foi super deliciosa, sabíamos que além de muito sexo, sacanagem e putaria, também havíamos criado um circulo de amizade bem intenso. Com o tempo voltei e pedi por uma negra que disse ser bem dotada. Num só movimento, ele se levantou, ficando de pé, comigo pendurava em seu corpo. Não faço sexo por sexo, meu marido foi o meu primeiro namorado e até agora é o único homem com quem já me deitei.