Pattyzinha Tocando Até Gozar

2 min

Categoria:

Tag: ,

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: ,

Pattyzinha Tocando Até Gozar

Pattyzinha Tocando Até Gozar

Ele botou para fora, eu punhetei um pouco e depois caí de boca.

Passado um tempo, após arrumarmos todas as coisas, convidei minha irmã para tomarmos uma cerveja e irmos à piscina. e eu nao me tocava q ele nao gozava…. Ela pediu pra ele se aproximar e disse que não tinha problema, ela deixava ele ver ela, o padre comia ela com os olhos.

Meu marido também ficou na dele.

De vez em quando, tirava os olhos do livro e olhava para aquela pérola de homem lá em cima do telhado. Me sentia a mulher menos atraente do mundo. Tenho 19 anos, 1,71 de altura, corpo normal, moreno e cabelo repicado.

Depois ela me deixou na padaria, me deu um beijo demorado e se despediu, falou que em breve repetiríamos a dose. No final os 2 gozaram um na vinha boca e ou no meu rabo. Outra pausa, um pouco menor, então ela continua. Com aquela mão macia e delicada alisando as minhas coxas e tocando na minha boceta o meu tesão foi aumentando, eu já tinha me esquecido que ele era o meu cunhado e não via a hora de chegar ao entrarmos no quarto do motel, meu cunhado já estava de pau duro, ele me agarrou e me encostou na parede, começou a beijar a minha boca e levantou a minha saia, alisou as minhas coxas e meteu sua mão dentro da minha calcinha, enfiou o dedo na minha bucetinha e começou a movimentar o dedo dentro dela, ai ele abriu a minha blusa e começou a chupar os meus seios feito um bezerro desmamado, eu comecei a massagear o seu pau e percebi o quanto que estava duro, ele queria me comer de qualquer jeito, então resolvi ajudar aquele garoto, que não conhecia e não tinha experiência na matéria de sexo, eu provoquei-o de todas as maneiras.

Não traio meu marido com frequência, mas de vez em quando o faço, por isso demoro a publicar os relatos.

Ela tem um amigo chamado Tiago que conheceu em um curso que ela fez uns anos atrás, tem dias que os dois ficam conversando até altas horas, eles foram ficando íntimos e trocavam fotos picantes, um dia quando estávamos transando ela me confessou que estava louca pra fuder com ele, que queria muito dar pra ele, e que como eu era seu corninho eu também queria.