Patricia Dando Cuzinho Para Ex Namorado

Patricia Dando Cuzinho Para Ex Namorado

Patricia Dando Cuzinho Para Ex Namorado

Meu marido colocou -a de quatro e começou a chupar ela…vendo aquilo, não me controle…e de jeito…beijei a gatinha bem gostosinho e do nada eu estava com a boca debaixo da xana dela…. Estava me vestindo próximo da cama e senti uma mão no meu pé, tipo me dando um susto, quando olhei, era o Alberto debaixo da cama. Segurei-a pela cintura e enfiei com força.

Chamou a Patrícia para junto dele, e tirando o pau do rabo da namorada, pediu para que a morena o segurasse.

Gozo tanto que fico de pernas bambas e toda mole.

Meu pau agora estava todo atolado no cuzinho dele e o melhor, ele estava gostando.

Fiquei extasiada com aquilo e retribuí,começamos a nos acariciar e ela tirou minha blusa e eu comecei a tirar o sutiã dela. Ele começou a punhetar e eu fiquei lá, de olhos abertos, vendo aquele pau crescer, meio torto pra esquerda, com algumas veias grandes aparecendo e a cabeça grande, vermelha, como se fosse um pirulito enorme que eu precisava meter na boca.

Eu dizia, no entanto, que ele e Meg sumiram da vista um do outro. O tesão me consumia as idéias eram muitas e o desejo também, queria ser dominadae usada por ele, sai de cima me ajoelhei na frente dele tirei a camisinha e coloquei aquele pau novamente dentro da minha boca, chupando e com uma das mãos socando uma pra ele, olhando pra ele e as vezes com minha língua pra fora da boca tentando mostrar pra ele o que queria e ele sabia e me perguntou: -quer minha porra na boca, seu marido nãoda pra vc? Balancei minha cabeça negativamente e dei um sorriso, ele se levanta do sofá e toma a iniciativa de se masturbar, enquanto fico ali de joelhos boca aberta ecom a língua fora da boca, para segundos depois ela vim, chega com forca bem liquida e um gosto amargo, além da minha boca meu rosto e cabelo são atingidos. O tempo foi passando e ela foi gemendo cada vez mais alto e perguntando para mim se estava do jeito que queria até que ela me chamou de corno manso e eu fiquei bastante excitado com aquilo, cheguei até a me masturbar para a minha própria mulher dando para outro, estava tudo perfeito, do jeito que eu sempre imaginei. Urrei feito animal e até parecia que meu pau não parava de esguichar.

Eu nunca havia traído meu namorado, mas sempre dava umas olhadas nos outros caras. Ele tirou a camisa e, em seguida, o sutiã dela, a calcinha.