Negão arrebentando a esposa do corno

visualizações

6 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , ,

Negão arrebentando a esposa do corno

Negão arrebentando a esposa do corno

Era uma calcinha preta, e minúscula é claro. NO DECORRER DA COMPRA A PAULISTA CHAMA SE PAULA ELA ESTAVA COM UMA MINI SAIA EU FICAVA OLHANDO E A MESMA NOTOU E FICAVA TROCANDO DE PERNAS AONDE EU VIA QUE A CALCINHA DELA ERA BRANCA E DE RENDA AQUILO ALI ME EXCITOU QUE O MEU CARALHO ACORDOU NA HORA ELA VENDO O GRANDE VOLUME COMEÇOU A SE INSINUAR.

Após algumas cervejas meu marido falou para o negão: “Eu quero que você foda essa vadia com força rapaz, e quero que você não fique constrangido com minha presença”.

Ficamos na varanda e o chamei para o quarto, ele entendeu e disse que iria descansar.

Seu Agenor, de licença da empresa, estava em casa, sofrendo junto com Lucia, sua esposa. – Você quer ser comida por ele, sua puta safada quer?– Quero sim meu corno tesudo e quero muito.

Quando ele separava as nadegas dava pra ver a bucetona. – Agora eu vou acabar com teu cu, te comer bem forte, tu não vai aguentar!– Então fode com tudo quero sentir cada centímetro me arrebentando por dentro.

Apenas sorri e não disse nada. Pronto estava tudo acabado, Isabel me odiaria para sempre, nunca mais se aproximaria de mim. Os policias já satisfeitos guardam suas “pistolas” e vão pra viatura, mas não sem antes me chamar de cachorra safada, vejo o carro sair, me levando com o rosto todo gozado e olho pro meu peguete sentado no carro. Melhor dizendo, toda hora que estávamos sozinhos em casa, ela aproveitava, não se incomodava de ficar pelada na minha frente, aliás, fazia questão de tirar tudo, para me excitar mais depressa. Quando ela respirou fundo e me chamou para acompanha-la ao banheiro (cara meu coração foi parar na boca kkk), quando ela entrou no box do banheiro eu encostei na pia e fiquei flutuando kkkkk, quando a porta se abre e ela me chama pra ajudar com a sai (aaaah cara isso foi golpe baixo e certeiro kkkk) já falei pra ela assim eu não aguento.