Namorado Filma Gatinha Magrinha Gozando Com A Travesti Pauzuda

50 seg

Categoria:

Tag: , , ,

visualizações

50 seg

Categoria:

Tag: , , ,

Namorado Filma Gatinha Magrinha Gozando Com A Travesti Pauzuda

Namorado Filma Gatinha Magrinha Gozando Com A Travesti Pauzuda

Foi assim:Eu já estava me travestindo e “brincando de crossdresser” na internet há alguns anos… Sou gordinha, coxuda, lisinha e tenho abunda muito, muito grande… Adoro me montar com liga, meia 7/8 e calcinhas de fio… espartilho, salto alto e sainhas ousadas e ir “pescar” os bofes no bate-papo do uol e mostrar minha bundona no Skype. …meu cuzinho já estava todo melado com a baba dele e aquela língua não parava de invadir meu rabo, até que senti uma pressão enorme e uma dor que nunca tinha sentido antes, não sabia o que era então tentei me virar pra ver e ele não deixou, continuou forçando e meu cu tava rasgando literalmente até que levei a minha mão para ver o que era e sabe o que eu peguei na entrada do meu cu? Peguei o punho dele, pq a mão tava toda dentro do meu rabo e ele forçando, delirei de tesao quando senti aquilo que a dor passou, comecei a rebolar na mão dele e meu pai começou a balançar, logo saiu muita baba dele e como eu tava de bruços no carro eu pude ver escorrendo aquele semen do meu pai, não cheguei a gozar mas tava quase, então ele tirou a mão de dentro e começou a bater na minha bunda, me chamar de gostoso, de cadelinha, de safado, me mordeu nas costas e orelha e meteu sem camisinha mesmo, com força e tesão, estava tomado pelo prazer, arranhava minhas costas, passava a mão, apertava minha bunda e eu pra provocar empinava bem e forçava contra o pau dele, ele gemia e uivava de tesão até que disse que ia gozar e perguntou onde eu queria, então eu pedi na boca, ele tirou de dentro e antes de eu começar a chupar peguei meu celular e liguei o flash pois estava noite e coloquei filmar e alcancei pra ele enquanto comecei a chupar aquele pau gostoso, lambi as bolas e passei a língua no cuzinho, ele gritou e disse que ia gozar, então eu chupei com vontade enquanto ele me filmava, jorrou porra na minha garganta que cheguei engasgar, tirei da boca e deixei derramar aquele leite grosso e cheiroso na minha barba e cara enquanto eu olhava pro celular com cara de safado, bati o pau na minha cara ate sair tudinho, muita porra, entrou ate no meu nariz.

Foi de mais!Acabei gozando como há muito tempo não gozava.

Eu comecei o serviço limpei algumas mesas depois chegou karla a filha dele ela tinha uns 18 anos morena com uns peitinhos do tamanho de um limãozinho uma bundinha não muito grande magrinha ela disse que o pai dela tinha mandado ela me ajudar eu sorri e disse tudo bem ela perguntou por onde começava eu mandei ela pegar a mangueira e ir lavando o frízer ela acabou se molhando e escorregando np chão eu fui ajudar e minha mao encostou no peitinho dela eu ajudei ela a levantar segurando ela pelas costas e sua bundinha encostou no meu pal que endureceu na hora ela me olhou eu chamei ela na cozinha e abaixei minhas calças ela ficou assustada mas ai eu peguei a mão dela e coloquei no meu pal e fiquei me masturbando com a mao dela depois virei ela de costas ela deixando tudo levantei a sainha dela puxei a calcinha de lado e encostei meu pal na sua bocetinha ela tentou se sair mais ai eu abracei ela com um braço ela disse que ia gritar eu falei que ia mais iria ser de prazer com a outra mao fui guiando meu pal ate a entrada de sua bocetinha coloquei ela sobre a mesa da cozinha e fui botando meu pal devagarzinho quando passei a cabeça ela deu uma gemidinha ai eu fui forçando e ela gemendo mais alto quando coloquei toda virei ela ela estava chorando ai eu nao aguentei acho que sou sadomasoquista comecei a meter rapido e forte ela gemendo e chorando eu via aquela cena e me dava vontade de empurrar mais eu tava metendo ate o ovo quando olhei pro meu pal entrando e saindo da bucetinha melada de sangue foi quando me dei conta da loucura que tinha feito eu tava descabaçando minha prima quer dizer ja tinha descabaçado aquela altura ela ja estava começando a gostar quando eu tava gozando atirando jatos de porra dentro dela que eu tirei meu pal melado de sangue ela pediu por mais ai eu olhei pra ela e disse que agora so da próxima ce que eu voltar me limpei e chamei ela pra terminarmos de lavar o bar mas de vez em quando ela vinha e dava uma chupadinha quando terminamos fechei o bar meu tio chegou.

Olhei para ela e vi que os liquidos que a sua xota excremia escorria pelas suas pernas… ela estava envergonhada e ja estava longe de ter outro orgasmo! Fui me aproximando dela extremamente estimulada pela sua expressao de ansiedade, dei-lhe um beijo na xota e subi para seus seios! Minha gatinha ja nao aguentava mais! Desci novamente todo o seu corpo em caricias enquanto ela se deliciava, cheguei novamente em sua xota, massageei com carinho seu grelinho com os meus dentes, ela amoleceu inteira, estava sendo segurada pelas cordas! Entao comecei a chupar o seu clitoris com muita vontade e desta vez fui ate o final, ate ela gozar! Quando ela estava quase gozando ela gritva: “AAAIII, NAO PARA!!! NAO PARA!!!Eu, meu irmão e minha avó. Naquele final de semana eu ficaria sozinha em casa com o meu namorado pois minha mãe estava viajando, então o Frankilin e a minha cunhada foram passar o final de semana lá em casa com nós.