Mulher do corno quer leitinho

visualizações

7 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , ,

Mulher do corno quer leitinho

Mulher do corno quer leitinho

Ele só gemia: ” isso, mama cunhadinha, mama seu macho”Enquanto isso ouvimos de fundo o barulho do meu maridão dando vários tapas na bunda da mulher do macho que eu estava chupando. No dia seguinte a historia se repetiu, eu perguntei a ela se havia visto a rola dele de novo, ela disse que não, mais deu uma risadinha e disse mais eu fui tentar ver mais não deu e ficamos novamente exitados, eu então acabei falando na hora, já pensou aquela rola te arrombando, ela disse nossa que delicia, eu então falei você ficou com tesão para meter com ele, ela me respondeu eu sou uma mulher casada, se eu não fosse, ate poderia pensar, mas eu fiquei insistindo, ela disse você quer saber mesmo fiquei sim, nunca vi uma coisa daquela,ate gostaria mesmo de poder tocar, eu então falei e você acha que ele vai deixar você tocar sem sem meter ela todinha ai aqui dentro, e verdade teria que dar a boceta e o cu para ele, eu perguntei mais você teria coragem, se eu não fosse casada, ate poderia pensar no assunto, mais não adianta ficar falando no impossível, bem porque ele e seu primo, eu então perguntei e se eu deixar você dar para ele você daria, ela disse e melhor a gente parar por aqui, eu perguntei porque, porque esta conversa não vai levar a nada, só mesmo me deixar com mais tesão, eu então disse por isso mesmo que temos que conversar, ela então perguntou você esta querendo ser corno, se você deixar eu ate tenho coragem de tentar, eu então respondi esta bem vou arrumar isso,"Tenho 25 anos, sou universitário, estudo numa faculdade renomada no interior do estado de São Paulo no período da manhã e às vezes após as aulas e o almoço no restaurante universitário passo no escritório de advocacia do meu pai, que fica no caminho entre a minha casa e a faculdade.

Então ele fechou a porta e me levou pro banheiro do consultório e disse que aquilo ficava entre nós, então ele tirou pra fora o pau e punhetando perguntou se eu tinha gostado e eu de pau duro já só balancei cabeça e tirei pra fora, o meu era bem maior que o dele, ficamos esfregando um pau no outro e então eu perguntei se ele queria me dar ou me comer e ele disse ue só comia, então virei de bunda pra ele e ele começou a esfregar o pau duro na minha bunda até que meteu e começou a socar bem rápido e com muito tesão e gemer e eu estava delirando com aquilo, empinei bem e deixei ele fazer o que queria comigo, me mordia as costas, apertava minha bunda e começou a acelerar os movimentos até que deu um gemido forte e jorrou leitinho no meu cuzinho, senti a pressão dos jatos dentro do meu rabo e tive que bater uma punheta até gozar gostoso.