Marido Corno Chama Comedor Pra Comer O Cu Da Esposa Dentro De Um Motel E Ainda Filma Tudo

62 seg

Categoria:

Tag: , , ,

visualizações

62 seg

Categoria:

Tag: , , ,

Marido Corno Chama Comedor Pra Comer O Cu Da Esposa Dentro De Um Motel E Ainda Filma Tudo

Marido Corno Chama Comedor Pra Comer O Cu Da Esposa Dentro De Um Motel E Ainda Filma Tudo

Pouco depois, ficou por trás de mim, sobre minha cabeça, filmando minha ação no traseiro de Sandra.

Pedi a ele então chamar seus companheiros que quisessem me satisfazer. Nesse momento não pude deixar de pensar no meu amigo, ele sempre gostou de contar vantagens para todo mundo, parecia que era o maior comedor da cidade (como se ninguém o conhecesse).

Depois do jantar assistimos um filme e no escuro da sala eu percebi que ele estava com a mão dentro da calça de minha mãe, que continha o prazer daquele momento. – Está gostando de comer a minha irmã Adriano?E eu falei para ela.

Deus do céu, me sentia uma mulher realizada, satisfeita, completa …e olha que nem houve penetração …AINDA!Pois um homem desses não ia se contentar em apenas uma deliciosa seção de sexo oral, e depois de toda essa chupação maravilhosa, ele se levantou e colou seu rosto ao meu, vi metade de sua face molhada de saliva, ou talvez de meu gozo.

‘ fode, seu corno, me fode’, ela disse. Eu estava no primeiro semestre e ela fazia dp comigo, de duas matérias, então nós víamos praticamente uns 3 dias da semana, sempre tive muita vontade de fazer amizade com a Lorena, mas me faltava coragem, até que um dia eu pedi para fazer uma prova em dupla com ela, e ela aceitou, ficamos amigas e trocávamos muitas mensagens no WhatsApp, infelizmente ela era hetero, mas felizmente era uma hetero curiosa, um dia no WhatsApp entramos no assunto de opção sexual, eu disse que era homossexual e ela disse que era hetero mas tinha vontade de experimentar, o que me deu a liberdade de dizer “Lorena, eu te acho linda, seria uma honra se voce aceitasse sair comigo não só como amigas” e para minha surpresa ela aceitou, combinei de leva-la a um pub na Augusta, comemos e nos divertimos, até que no final da noite nos beijamos, foi ardente, foi intenso e com muita vontade de ambas as partes, naquele ponto eu já estava super excitada então perguntei para ela se ela gostaria de ir a um motel comigo, ela aceitou, chegamos já arrasando, parecia que Lorena foi prepara para transar comigo, sua lingerie era impecável, ela começou beijando meu pescoço e eu acariciando seus seios, ela gemia muito como se nunca tivesse tido tanto prazer, a joguei na cama e desci até chegar em sua vagina, chutei como se não houvesse amanhã e ela gozou muito em minha boca, e ela sem descansar me virou e me comeu de quatro, ela metia sem dó 2 dedos, 3 dedos, 4 dedos, metia rápido e com força, não aguentei, gozei na mão dela, nunca senti tanta tesao assim, meu grelo nunca latejou tanto, que mulher, eu e Lorena ainda transamos casualmente, conto outras transas deliciosas que tivemos nos próximos contos. Sou casada e amo meu marido, sempre nos demos bem e somos parecidos em quase tudo, o único problema é que sou viciada em SEXO e ele nem tanto. A mulher de Roberto começou a chupar os seios de minha esposa, beijando-a em seguida.