Loira Peituda Dando O Cu Depois Do Boquete

Loira Peituda Dando O Cu Depois Do Boquete

Loira Peituda Dando O Cu Depois Do Boquete

Fiquei alternando o boquete entre as duas rolas, me deliciando com o gosto de cada um deles.

– Num tô afim de papo com você, não!! Tu quase me matou de susto!!"-Tava dando pra ele né. Por volta das 18h, dispensei todo e pessoal e tranquei todo o escritório.

Só continuei porque percebi que ela, embora estivesse se sentindo rasgada ao meio não parecia querer terminar com a foda.

Ele queria que eu gozasse, e isso aconteceu no momento que ele enfiou o dedo no meu cuzinho enquanto lambia minha bocetinha…… Ele se levantou e me beijou com vontade, eu mordi a orelha dele e disse que era minha vez, me abaixei um pouco encostando na parede e fiz um charme, dando umas lambidinhas de leve na cabecinha, ele gemia, abocanhei aquela piroca com gosto, chupei e suguei aquele mastro com tanta força que ele não conseguia segurar os gemidos, agarrou meu cabelo e fodeu minha boquinha, ele me levantou e falou que queria gozar no meu cuzinho, me virou pra parede, encaixou e começou a foder minha boceta, socava com força e rápido, eu gemia sem noção da altura, estava subindo pela parede de tanto tesão, ele segurava meus braços acima da minha cabeça e eu rebolava num movimento enlouquecido, enquanto ele gemia no meu ouvido… Ele pediu pra eu empinar o bumbum e devagarzinho introduziu a piroca no meu cuzinho… Doeu um pouquinho mas logo passou, ele deus algumas estocadas e eu senti ele tremer, enfiou tdo dentro de mim, me abraçou e eu senti que ele gozava… Aquele pau duro latejando na minha bundinha foi a maior loucura, ele tirou com calma, eu peguei uma blusinha que estava na mochila pra limpar a o gozo que já escorria pelas minhas coxas…. De inicio mãiiinha apenas gemia e arfava mas depois que atingiu pela primeira vez o gozo debaixo daqueles cinco, começou berrando que nem louca.

:3 Eu sou ruiva dos olhos verdes super peituda muito gostosa e gosto muito de fuder. , depois manda ele dizer a ela e espera ela vim falar c o sr. – “Ah, loira… fala sério… Ela é uma gatinha.