Grava um vídeo pornô caseiro mulher do corno apertadinha metendo gostoso pro corno filmar do seu marido corno no rio de janeiro

15 min

Categoria:

Tag: ,

visualizações

15 min

Categoria:

Tag: ,

Grava um vídeo pornô caseiro mulher do corno apertadinha metendo gostoso pro corno filmar do seu marido corno no rio de janeiro

Grava um vídeo pornô caseiro mulher do corno apertadinha metendo gostoso pro corno filmar do seu marido corno no rio de janeiro

Galera, esse é meu primeiro conto e não sei se fiz direito! Eu sei que meu conto ficou um pouco longo, mas eu realmente espero que vocês tenham gostado! Não percam a parte 2!"olá, meu nome é Pa,ulo, já publiquei dois contos (reais) aqui neste site, e resolvi publicar outro… apás terminar o namoro com minha namorada e o tio dela, carlão, fiquei sem ter relaçao com outro homem uns 2 anos, até que um dia um amigo meu me convidou pra visitar a casa dele que estava em obras para dar uma olhada, acabei me atrasando e ao chegar lá o pedreiro luiz disse que ele já havia ido embora mas que eu podia dar uma olhada na obra mesmo assim, achei legal, e na hora nao pensei em nada com aquele homem, negro (tenho sorte com negros, que maravilha) 1,80m mais ou menos, ele mesmo foi me mostrando a construçao sá de bermuda todo suado, ai sim comecei pensar besteira… mas como havia um outro pedreiro o marcio (este nao era negro, era muito negro, um afro descendente puro e um pouco mais auto que luiz), entao nao dei bandeira e me controlei pra nao mostar minha excitação, no entanto o ao chegar no quarto de casal começamos a converçar, e o luiz começou a falar…” é aqui que o patrao vai comer aquela gostoza da patroinha… falei… é verdade, e começamos a falar sobre sacanagem, até que ele disse aquela celebre frase… mas o bom mesmo é comer um cuzinho apertadinho… nisso notei o volume dele e disse… mas duvido que alguem aguente teu cacete…, ele falou… é verdade , até hoge sá uma mulher aguentou, mas chegou a chorar , e também um viadinho, mas ele quase pediu agua, e o do meu primo o marcio é maior que o meu…falei ….

com/video/460/coroa-loira-adora-pegar-em-uma-pirocaé provavelmente ela ficou louca com oque aconteçeu aquele dia que eu botei o dedo no cu dela. Quando tudo isso tava ja resolvido, tranquei a porta por fora pra nao ter nenhuma surpresa , peguei ela e comecei a beijar ela bem devagarinho, acariciando seus pequenos seios durinhos, e ela ja soltando aqueles gemidinhos que te deixam louco, nao aguentando, levantei os braços dela e tirei sua blusinha , deixando-a só de sutiã, comecei a alisar sua xaninha sobre a calça jeans que ela tava usando, e ela começou a alisar meu pau sobre minha bermuda, ja tava ficando com um tesão enorme, foi quando cheguei no ouvidinho dela e falei pra ela:"Olá! Meu nome é Jorge(Nomes Fictícios pra proteger as identidades já que é um fato real e o tio em questão é casado) tenho 18 anos,negro magro,1,69 e 18 cm de pica,sempre me relacionei com homens mas nunca um maior de idade e casado,isso aconteceu no final de janeiro.

Depois segurou no rabão e continuou metendo mais devagar.

Anderson tinha mania de filmar nossas sacanagens e deixava sempre o celular em cima do criado-mudo ligado filmando tudo para depois ficarmos vendo e curtindo aquela sacanagem e zoar um com o outro.

Isso era de manhã, quando deu a hora do almoço ele ligou e perguntou se podia ir la pegar umas coisas, então eu disse claro a casa é sua, quando chegar eu fico dentro da piscina, e sorrimos, quando ele chegou dei uma de vergonhosa, ele que não sabe que eu estava me exibindo para ele no dia anterior e cheia de tesão, quando ele chegou foi direto na piscina e eu estava nadando, ele sentou na cadeira de tomar sol e perguntou se estava tudo bem se tinha feito as marquinhas aí eu falei já deu uma bronzeada, mais dois dias vai ficar bem forte as marquinhas, ele falou que ia fazer algumas coisas de serviço em casa e que eu podia ficar a vontade, quando ele entrou resolvi deitar na cadeira de sol e ver no que ia dar, puxei o biquíni pra tentar tampar o máximo minha xaninha, mas não tinha muito o que fazer e meus seios estavam super tesudos com aquela tira cobrindo só os mamilos, depois de um tempo meu sogro sem cerimonia chegou e ficou do meu lado, meu coração disparou, e ele disse nossa ta muito calor la dentro, e passou alguns segundo e ele falou nossa meu filho tem muita sorte, você está linda nesse biquíni, fiquei toda toda e disse obrigada, como estava deitada e ele sentado bem no rumo das minhas pernas, quando fiz um movimento para pegar meu boné senti o biquíni entrando na minha bucetinha, fechei as pernas e pensei, e agora, respirei e o tesão falou mais alto, fui abrindo as pernas de leve e deixei ele apreciar minha bucetinha e fingi que não estava vendo o que estava acontecendo, pela reação dele deu pra perceber que ele estava vendo minha xaninha, os lábios estavam de fora, fiz que não tinha percebido, eu de óculos escuros e boné olhava disfarçadamente, vi quando ele deu uma apertada no pau, ficou um silencio aí ele falou se eu importava dele nadar na piscina e que ele ia colocar uma sunga, pensei aquela sunga, hummmm delicia, falei meu sogro o senhor está na sua casa, fique a vontade, quando olho, lá vem meu sogro com uma sunga branca parecia ser de lycra, apertadinha com o pau de lado, a minha sorte que estava de óculos pois ele ia ver minha reação na hora, que rola grande, imaginei na hora se ele entrar na água vai ficar tudo transparente, ai ele foi dentro da casa e pegou uma cerveja pra nos dois, só que ele tinha virado o pau pra baixo, e estava me matando ver aquele pinto mole mas muito grosso, como o pai podia ter uma ferramenta daquela e o filho ter um muito menor, ele sentou na minha frente e começamos a beber e conversar mas ele não tirava os olhos do meio das minhas pernas e nem disfarçava, e eu de olho naquele pauzão, então eu falei não vai entrar na água, estava louca pra ver aquela sunga molhada e transparente, então ele deu um mergulho, saiu da piscina sentando na lateral e inclinou o corpo pra traz revelando o pau mais grosso que eu podia imaginar, ele ficou naquela posição de proposito, pois era totalmente transparente a sunga, ele queria se exibir pra mim, e fiquei hipnotizada, não conseguia parar de olhar, então levantei e fui ate a geladeira, estava confusa, com tesão, nervosa, ao caminhar vi que ele me comia com os olhos quando voltei vi que ele tinha mexido no pau e a cabeça bem vermelha estava puxada por de baixo da sunga transparente, eu me segurei pra não cair de boca naquela rola, conversava com ele até gaguejando, kkkkkkk, então entrei na piscina, puxei minha calcinha pra entrar toda na minha xaninha e no cuzinho ao sair deitei de costa pertinho dele e abri um pouco as pernas, e falei que ia tomar sol pra bronzear o bumbum, ele ficou calado, então peguei o celular e pelo vidro vi que ele se ajeitava pra ver no meio das minhas pernas, então resolvi sacanear fiquei de quatro empinei a bunda e fiz que ia pegar meu copo de cerveja, ele viu até minha alma, retornei e ao olhar pra trás vi que ele estava com a mão apertando o cacete, fiquei deitada um tempo pra ele apreciar minha bundinha e bucetinha que estava quase toda a mostra, depois de um tempo ele foi pegar outra cerveja, e quando voltou entrou na água e sentou na minha frente só pra exibir o pauzão, maldoso, tava me matando de tesão, então do nada falei, a sua sunga é igual ao meu biquíni, é bem pequena, com essa sunga não pode ir ao clube, ele então sorriu e disse, porque, eu falei é transparente e sorri, aí ele perguntou será que eu ia apanhar no clube pelas mulheres, eu falei ia apanhar dos maridos pois chama muita atenção, e sorri, ali foi a deixa pra ele dar uma investida, aí falei sem molhar já chama a atenção, quando molha fica bem transparente, ele perguntou, na tora, você gosta do que vê, deu um nó na garganta e sorri, e disse SIM, ficamos em silencio, então falei estou impressionada, ele perguntou com o que, com o tamanho, ele então disse, quer ver fora da sunga, não consegui responder, eu deitada na beira da piscina com minha bucetinha pegando fogo e ele sentado na minha frente, ele simplesmente puxou a sunga de lado e saltou aquela rola grossa meio dura com a cabeçona toda exposta, fiquei paralisada por alguns segundos e falei nossa, fiquei sem reação, então ele tirou meu boné e o óculos, apertou o cacete e aproximou de mim, como estava deitada e ele sentado na beira da piscina seu pau veio de encontro ao meu rosto, e ele disse, sinta ele, e passou o pau no meu rosto e minha boca, em silencio peguei o pau dele e comecei a lamber e morder aquilo foi inchando, pensei como pode existir um pau tão grosso tentei enfiar o pau na boca mas conseguia enfiar so a cabeçona, entrei em transe de tanto tesão, comecei a bater uma punheta, mordia, chupava, lambia, o pau dele era pesado, muito louco era desproporcional para um homem, o que mais me deixava louca era a grossura, enquanto chupava ele dizia, aproveita que ele é todo seu fiquei acho que uns 15 minutos desfrutando daquele monumento, então ele entrou na piscina me virou e abriu minhas pernas e caiu de boca, confesso que eu um minuto no máximo dei uma explosão de orgasmos tão intenso que achei que estava fazendo xixi, fiquei paradinha por alguns segundos, então ele me puxou pra dentro da piscina e cruzei minhas pernas na cintura dele e senti seu pau esfregando no meu cuzinho e ele me deu um beijo demorado fiquei sentindo ele pulsando no meu cuzinho, aí ele me levou pra fora deitou na cadeira de sol segurou aquela cacetão pra cima, totalmente lindo e gostoso, cai de boca, aí ele disse senta nele, subi na cadeira abri as pernas e fui descendo até sentir a cabeça grossa forçando minha xaninha, embora toda molhada fui sentindo a cabeça abrindo minha bucetinha, subia e descia deslizando aquela cabeça pra dentro e pra fora ele foi a loucura vendo meus movimentos, o pau dele pulsava de tesão, então resolvi ajoelhar na cadeira e cavalgar deixei a cabeça entrar e fui descendo bem devagar, entrando e saindo bem lentamente estava prestes a gozar novamente, pois como o pau era muito grosso ele ficava roçando meu clitorix, fui forçando meu corpo até pra ver onde ia aguentar, consegui até quase na metade, acho que qualquer mulher iria ficar louca em rebolar numa rola daquela grossura, rebolei muito, aí ele pediu para eu fuder o pau dele com a posição invertida , sentar na rola virada de costas que ele queria ver minha bunda enquanto rebolava no pauzão, obedeci, ele ficou louco e eu mais ainda, me dava tapa, me chamava de putinha, e minha xaninha sendo rasgada pela aquela rola deliciosa, depois me colocou de quatro e disse hoje você estava me provocando né quando ficou nessa posição na beira da piscina, eu disse que sim, e perguntei o senhor queria me provocar quando colocou essa sunga transparente, ele disse que sim, e nisso senti a cabeçona forçar minha xaninha, disse vem devagar nessa posição não sei se aguento, ele foi carinhoso e foi forçando e eu me preparando e relaxando pra receber bem gostoso, fui literalmente arrombada, perdemos a noção, eu gemia tão alto que os vizinhos todos deveriam estar ouvindo, depois ele me levou pra piscina e me fudeu la dentro, gozei de novo, e ele nada. passamos um tempo conversando e ela começou a chorar e deitou no meu colo, mas o cacete ja estava duro desde a hora que entramos, ela sentiu aquilo na bochecha mas nao se importou, e continuou deitada chorando, foi onde comecei as investidas e ela no começo nao queria mas depois começou a aceitar, quando ela parou de chorar, ela me atacou com um verdadeiro beijo, erao que eu mais queria fiquei surpreso e dei um beijo de resposta e comecei a acariciar seu corpo, fui tirando a sua roupa e vi um belo corpo, que coisa mais linda, tirei seu sutien ela tinha um peitinho bem lindo nem grande e nem pequeno que ja cai de boca, ela toda molhadinha quando passei a mão na sua perna fui descendo devagarzinho e ela se contorcendo e gemendo bem baixinho, quando fui tirando a calcinha dela ou melhor o fiozinho que ela estava que visão que eu tive, bem depiladinha, toda lisinha e aquele grelinho rosadinho… eu juro que pirei… cai de boca e que delicia de melzinho que ela tinha, virgem, falei pra ela que seria meu presente, ela disse que sim pois o CORNO não tinha capacidade pra ter ela virgem… ai que eu pirei de vez… comecei a ensinar ela a chupar, no começo ela deu uma mordidinha mas foi aprendendo, fizemos uma posição 69 e ela adorou, gemia muito, tirei a virgindade dela na posição papai e mamae, ela gemeu alto e me arranhou quando deu a ultima fisgadinha da virgindade e pediu pra parar esperei um pouco ela se acostumar, ela começou a rebolar e começamos nao deu 3 minutos ela gozou, coloquei ela de quatro e continuamos e a safada adorando, pedi pra ela deixar eu comer seu cuzinho ela disse que outro dia, mas insisti e ela deixou, pensa que tesão de menina, gozei dentro dela, ela ficou muito brava , mas falei que compraria o remedio pra ela, acabamos e desfalecemos acordamos por volta das 8 da manhã,tomamos um banho mais uma foda rapida e levei ela pra casa dela… mandou mensagem que nao falariamos que ela nao deveria ter feito isso, passado dois dias mandou mensagem novamente que estava com muita vontade de foder comigo de novo… proximo conto eu continuo"Os leitores e leitoras já tomaram conhecimento de duas colegas/amigas nossas do tempo de faculdade, Márcia e Marisa, as primeiras bissexuais que conheci. Quando cheguei ele já estava lá, de terno e gravata, cabelo lambido de gel (dispensável) e com um lindo sorriso no rosto… Muito mais bonito ao vivo do que na foto! Não foi propaganda enganosa.

Sou casada a uns 10 anos, e de um tempo para cá meu casamento foi ficando sem graça acho que caiu na rotina, meu marido foi meu primeiro homem, e com o tempo começamos a nos desentender bastante, principalmente na hora do sexo, pois ele começou a assistir filmes pornô comigo, só que sempre era de vários homens comendo uma só mulher, depois começou a fantasiar nos dois e mais um ou dois homens me comendo junto com ele e acabou que eu me sentia mal com aquilo, pensava um monte de besteira, até que um dia brigamos feio e ele saiu de casa disse que iria passar uns dias no outro apartamento que tínhamos para esfriar a cabeça.

Me fuder, já que não tem ninguém pra fazer isso!!!Então, leio contos, assisto vídeos, penso, imagino, e ouço um gostoso safado que conheci como saberão no segundo conto.

– Debora, você tá louca?Ela respondeu:– Tô louca por pica! Hoje tua namorada vai ser puta da festa eu quero sentir todas as rolas dessa porra me fodendo!Os caras começaram a zuar o Fernando pegavam a Debora pelo cabelo davam surra de pica e falavam olha essa namorada puta! Olha corno olha sua puta como gosta de rola.

Ela vivia com o seu marido. E da raiva fiquei excitado e a jóquei ela na cama e tive uma noite de amor e acabei dizendo que eu queria que ela fizesse de novo e descobri que é assim que funciona quando a gente quer ser corno fica pedindo pra esposa. Meu tio, cheio de ideias, sugeriu que eu fosse conhecer o pomar com Toínha, a filha do caseiro, que também estava na copa.