Festa da putaria gulosa sendo fodida

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , ,

Festa da putaria gulosa sendo fodida

Festa da putaria  gulosa sendo fodida

Aí surgiu o dia e lá vou eu sendo batizado também com meu primeiro vôo transatlântico.

Resolvi entrar pela cozinha, e ver se conseguia espiar um pouco, quando chego perto da sala começo a perceber que havia mais do papai e mamãe na sala, pois ouço outra frase confusa, “ESTÁ GOSTANDO DE VER A SUA ESPOSA SENDO FODIDA, MARCOS?”, sim, era outro homem, pois papai se chamava Marcos, e com certeza eles deveriam estar realizando uma sessão de swing, sempre li algo através da net, mas meus pais serem adeptos de swing era demais para mim, sai nas pontas do pé e fui até a casa de uma amiga.

De jeito algum eu tinha coragem pra contar as putarias que mamãe andava entrando. Bom, hoje em dia a gente não tem mais se relacionado dessa maneira (sexual). Levei minha roupa ao banheiro,tomei um banho e me vesti,paguei a Leona o valor do programa,ela perguntou se eu estava satisfeito e eu respondi que,mais do que satisfeito,havia realizado uma fantasia pois queria variar o cardápio,a elogiei dizendo que todo o seu corpo era um playground,uma fonte dos desejos de qualquer homem babar,sabia fazer um sexo gostoso,selvagem e sacana,ela falou que,caso tivesse um amigo,poderia levá-lo pois ela nos serviria com muito prazer,eu disse que sim,que conversaria com ele para irmos juntos e a agradeci,sai de lá super satisfeito,leve e todo feliz. Anita desfilou comigo por um momento me exibindo como uma égua a ser leiloada o Apolo me devorava com olhos, observei seu pau endurecer e minha libido já vazava pelos poros, Anita me pos de joelhos a alguns metros e perguntou a ele se havia gostado do presente e provocantemente me beijou, foi até ele e deu-lhe um longo beijo e desceu até seu pau é começou a chupa-lo gulosa e violentamente apesar do tamanho ela engolia inteiro mostrando sua habilidade na garganta profunda.

Sacudo,estava mole mais ele tirou todo o instrumento pra mijar. Me separei, logo arranjei uma namorada, daí me veio na mente o fato de estar “livre”, discretamente arranjar um “João” e foi assim, evidentemente por uma fatalidade, certo dia numa festa, reencontrei com um daqueles meninos do passado, agora já homem feito, coincidentemente se chamava de João. cheguei la na sala toda cheia de quadros e só estava eu e ela em uma sala muito quente.

Fui levar um papel no trabalho dela e falei várias piadinhas para extrair um sorriso daquela carinha linda.