Dj Rafael Castro Fudendo A Mulher De Um Corno Em Belém Pará

2 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , ,

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , ,

Dj Rafael Castro Fudendo A Mulher De Um Corno Em Belém Pará

Dj Rafael Castro Fudendo A Mulher De Um Corno Em Belém Pará

Sou Henrique, paraense de Belém do Pará, 21 anos, universitário, branco de olhos castanhos, magro, cabelos pretos e curtos, 1,82m.

Eu adorei levar chifre de café da manhã, fui conferir o estado que ficou a buceta dela, e chupei bastante estava bem molinha, pois havia acabado de ser comida, transamos e ela me chamava de corno manso, que era assim que ela me queria, bem mansinho, eu adoro ser corno dela, adoro chupar a buceta dela depois dela fudendo com outroAproveitei e fiquei atrás de Gabriel, roçando meu pau na sua bundinha redonda e lisinha arrancando arrepios dele que fazia movimentos de encontro ao meu pau. Com minha mãe de quatro, lambuzei o cu dela com lubrificante e quando estava me preparando para entrar, meu primo me puxa dizendo que ele queria ser o primeiro. Rafael me bolinava enquanto a Marlene tirava a roupa. deve ta vendo coisa onde nao tem”"Conclusão: meu marido fez um escandalo, queria se separar e tudo mais, porém eu confessei a ele que gosto (e muito) de dar para outros homens, que adoro sexo e que nunca seria mulher de um homem só, mas que o meu amor verdadeiro era só dele e que por isso mesmo devia ficar feliz, e por ter uma esposa putinha na cama. vínhamos fantasiando ela dando pra outro na minha frente à mais ou menos um ano e meio, até que um dia conhecemos um cara pela Internet chamado Paulo, propomos a ele, que topou de cara, conversamos por alguns dias ele enviou várias fotos suas e minha esposa já conversava livremente com ele por mensagens, a gente transava olhando as fotos do pau dele, minha esposa estava decidida a me fazer de corno com ele, um belo dia tiramos folga juntos e convidamos o Paulo pra ir até a nossa casa, marcamos às sete, e passamos a tarde toda preparando tudo, arrumando o quarto, a cama que seria usada por eles, ela depilou a buceta e tomou um banho muito demorado, estávamos muito nervosos, era a nossa primeira vez com outro, minha esposa estava usando apenas um vestido de alcinha e uma mini calcinha, estava uma delícia, ele mandou uma mensagem dizendo que já estava perto, de repente a campainha tocou e eu abri a porta, ele entrou, me cumprimentou e foi em direção a minha esposa enquanto eu fechei a porta, quando virei vi os dois de mãos dadas já entrando no quarto, fiquei louco de tesão , quando entrei no quarto eles já estavam se agarrando, sentei numa poltrona e fiquei assistindo e batendo uma punheta, ele passava a mão na bunda dela e foi subindo o vestido até ela ficar só de calcinha, ela me olhava e com um sorriso safado ela perguntava se eu estava gostando, eu dizia que estava adorando, e ela ficava me chamando de corno, que eu havia nascido pra ser corno manso, ela se ajoelhou, abriu a calça dele e começou mamar no pau dele, chupou por um tempo depois ela levantou veio na minha direção, me deu Beijo e foi pra cama com ele, ele a deitou tirou a calcinha começou chupar a buceta dela que gemia igual uma putinha, ele chupou ela toda, ela gemia e me chamava de corno, perguntava se eu estava gostando de ver ela dando a buceta pra outro, e eu respondí que estava adorando,"(P.