Corno Vendo Esposa Quicar No Pau

47 seg

Categoria:

Tag: , , , ,

visualizações

47 seg

Categoria:

Tag: , , , ,

Corno Vendo Esposa Quicar No Pau

Corno Vendo Esposa Quicar No Pau

Anastásia disse tia eu durmo com a senhora e padre dorme na sala no sofá-cama ele disse que esta tudo bem. Depois de 14 anos de casados, ele veio com aquele papo (que nós já conhecemos como o papo da vontade de ser corno…) de que precisavam incrementar o casamento, que estavam caindo na rotina… quem sabe se ela transasse com um outro não iria melhorar as coisas…Como quase toda esposa, quando ele começou a jogar essa conversa mole pra cima dela, ficou revoltada, achou que o marido não gostava mais dela, que estava procurando safadezas… mas ele insistia. O cara nem entendeu nada, dois moleques dando sermão em três mulheres. Depois de algum tempo Andressa que era a dona da situação disse para Mauro que ela queria enraba-lo com a pica de Carlos.

Meu trabalho me consumiu ate as 17h e logo após um banho rápido e uma cerveja gelada, estava na Uol vendo oque poderia arrumar. Gabriel a pegou pela cintura e começou a socar sua pica dentro dela, Isabela começou a quicar, a cada estocada que recebia dava um pulo no colo dele, rebolava com vontade, fazia a buceta girar na rola de Biel que por sua vez socava ainda mais forte, sentiu seu pau tocar o útero de Isa novamente.

Apesar da putaria que tinha acabado de rolar no quarto ele não queria que a festa inteira soubesse que ele era um corno. Mário, o alfaiate, sempre ficava me olhando com cara de safado… preenchia o cheque mas não assinava… daí ele dizia: “Coloca a pistola pra fora senão eu não assino, não pago e seu patrão fica bravo com você”…Fiz oque ela pediu , começei denovo a tirar e botar ate a metade. Raquel: – Só isso, não sou um verdadeira putinha? Ou a amiga dos seus amigos ficam assim para vocês, sem calcinha nem sultiã, heim?Ela sabe deixar um home doido e continua: – Pode passar a mão. Ela deu uma risadinha irônica: “Humm, o meu aluno parece que está querendo seduzir a sua professora…”.