Corno exibe esposa tesuda de quatro na cama

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , ,

Corno exibe esposa tesuda de quatro na cama

Corno exibe esposa tesuda de quatro na cama

– Me dá um beijo, Caio, muito obrigada pelo dia de hoje… agora vou dormir a tarde toda!"Durante a noite minha esposa foi ficando mais à vontade, expunha seus medos e vontades, logo imaginei algo que pudesse dar certo.

Depois de uns 3 meses q ficamos apenas ficando ele me pediu em namoro, e espero q dure "Agora era eu quem estava com tesao… Passei as mãos no peito dele, na barriga, fui descendo e sem ele pedir, fui logo tirando o short dele, que pelo visto já veio preparado, pois estava sem cueca…-Não adianta reclamar tia, vou meter no teu cu a rola inteira, o corno vai ficar olhando eu atravessar o teu rabo com minha pica gigante e não vai poder fazer nada, o corno vai ficar quetinho enquanto tu toma no cu, do jeito que merece, do jeito que uma vadia tem que levar no cu. Falei para nossa escravinha que queria repetir a posição que tanto gostei quando a conheci,mandei ela ficar com as pernas pra cima,fiquei em pé na cama,abri minhas pernas e,segurando sua bunda,meti meu pauzão dentro de seu cuzinho e comecei a comer em pé,que delícia aquela sensação de prazer,de macho comendo sua fêmea,Lucas também não perdeu tempo e deu seu pinto para ela mamar,eu estava fora de mim,segurava sua bunda e fazia movimentos rápidos sentindo muito prazer vendo ela chupando e lambendo o cacete de Lucas que já estava alucinado de desejo,a tesuda também estava sentindo prazer pois sua xoxota pingava. e Mt perdem 100 pontos cada uma e já exibem suas coxas para nós, eu também perco 50 e fico só de cueca. Ela levantou o ventre para me permitir encaixar e sentiu de perto a boca feminina, que está a posicionada bem perto já que a moça estava de quatro sendo possuída por seu esposo, enquanto eu possuía ela, e elas se beijavam.

Antes de mim já tinha transado com outros, mas segundo ela: “transas rápidas, “roubadas” … sem poder curtir, observar e saborear o momento”.