Corno adora repartir sua esposa

Corno adora repartir sua esposa

Corno adora repartir sua esposa

Tão bom sentir sua pele, sua respiração próxima a mim. Eu querendo que ele continuasse disse que estava tudo bem, que não tinha doido nada e ele me fez uma pergunta que fiquei sem saber o que dizer… ele perguntou se eu estava gostando eu gaguejei e sem saber o que dizer só gesticulei a cabeça com um sim e ele disse que estava adorando e se ele podia continuar e eu repeti o movimento e ele começou a me encoxar não esperava aquilo, ele me pegou pela cintura e puxou minha bunda no ventre dele e começou a se esfregar em mim, adorei aquilo e empinei bem a bunda abrindo o Maximo que eu podia e senti o pau dele pulsando no meu rego e ele começou a um vai e vem como se estivesse dentro de mim e eu empinava mais e mais a bunda querendo sentir a cabeça dele roçar no meu cu e ele todo estabanado como movimentos errados e como eu tinha visto como tinha fazer na internet disse a ele, mais devagar, acerta o movimento, nem eu acreditei o que eu tinha acabado de dizer, estava tentando ensinar o Nando a me encoxar direito. uma calçinha bem pequena Paulo começou a acariciar meus peitos devagar. Depois de muitos chupões e lambidas eles resolveram colocar as camisinhas e foi a vez de Jorge conhecer a grutinha da minha esposa, ela começou a cavalgar aquele mastro lindo e deixou sua bundinha empinadinha a disposição do Paulo que já tinha lambido o cuzinho dela e veio encostando aquele cabeção na portinha do cuzinho.

Me viro e sento em seu pau, começo a cavalgar com vontade,nossos corpos agora formam um só, mordo e belisco ele, mostrando o quanto sinto prazer em estar montada nele,saio de cima dele fico de quatro,empinada pronta para ele me comer com força,na primeira investida já estou quase gozando,ele continua metendo gostoso,dessa vez gozamos juntos.

-Ele não vai bater, não vai bater por que É CORNO MANSO, POR QUE ELE É UM FROUXO.