Comi A Esposa De Um Amigo Na Casa De Swing

visualizações

5 min

Categoria:

Tag: , , , , ,

Comi A Esposa De Um Amigo Na Casa De Swing

Comi A Esposa De Um Amigo Na Casa De Swing

Ambos cursavam a faculdade de Direito, faziam parte do mesmo grupo de estudos, eram amigos e volta e meia se encontravam nas casas ou apartamentos do pessoal do grupo para fazerem trabalhos.

Já moro em Brasilia há 12 anos,vindo pra cá atraido por uma excelente proposta de trabalho;esta história aconteceu há 4 meses atrás.

A certa altura, tivemos que nos agachar, porque meu pai corria muito, como sempre! Nisso, percebi que podia ficar muito proximo dela.

Me desculpe eu não queria…"Somos um casal que se ama muito , casal jovem , cheio de sonhos e fantasias realizadas e outras ainda não realizadas , adoramos sair por aí , viajar e conhecer novas pessoas e lugares , adoramos Swing e Ménage feminino e masculino , atualmente a fantasia de ver minha loira com um amigo , é a que mais me realiza , tanto que ela me chama de “Corninho” e eu adoro , nada de humilhação extrema nem sadomazoquismo , etc mas a fantasia de uma terceira pessoa sempre nos faz bem , foi aí que aconteceu o fato que vou narrar pra vocês agora:Minha loira e eu estávamos viajando pra Goiás para participarmos de uma festa com muitos amigos casais e singles , o tesão estava a mil porque desde que falamos nessa festa , começamos a nos preparar com entusiasmo pois a festa prometia um fim de semana muito animado , no caminho paramos várias vezes em postos , restaurantes , etc… ela com um vestidinho branco muito bonito e um pouco curto que mostrava suas deliciosas curvas e seu bumbum gostoso quando se abaixava e um decote que deixava à vista seus deliciosos peitões que eu adoro mamar , hummmmmm , a loira é um tesão mesmo.

Diz que precisa buscar a esposa e levar pra casa da amiga, em seguida, poderíamos ficar de boa e aproveitar o que começava. Chamo-me, Elaine tenho 42 anos sou divorciada há 10 anos, pois meu marido sempre foi influenciado pela a minha sogra, bem na época da separação a pressão da família dele era tanta, eles eram muito ricos, que decidi que era melhor deixar meu filho com ele, pois assim seria mais fácil de ele se educar e levar uma vida, mas fácil com eles do que comigo.