Chupando Pau Pro Marido Corno Ver Na Festa De Swing Do Casal Doidera

Chupando Pau Pro Marido Corno Ver Na Festa De Swing Do Casal Doidera

Chupando Pau Pro Marido Corno Ver Na Festa De Swing Do Casal Doidera

Teve um momento que ele enfiou dois dedos na buceta dela e os dedos ficaram lambuzados de tanto gozo dela,ele a proximou os dedos da minha boca e mandou eu chupar os dedos dele;chupei uma a um e ele me chamou de corno safado. Ia ve-la… Ficamos mas essa é outra história hahabeijos gente"– Tô vendo que a menina já tá boa!! Tá até me xingando!!…"Olá bom dia a todos, a história que passo a contar aconteceu comigo a cerca de um ano, meu nome e Vera(fictício) tenho 33 anos tenho 1,68 m cabelos pretos até o meio das costas, tenho a bunda e as penas grandes e torneadas, moro em Valença-RJ, meu marido se chama Pedro(fictício). Ela recomeçou a embalar o corpo, além de aumentar a velocidade fazia o pau atolar até a base.

Então ela pulou de cima de mim, tirou a camisinha e me fez gozar rapidamente me chupando e masturbando rapidamente, atingi todo o seu rosto com grande quantidade de gozo, devido a meu tesão de ver aquele rosto extremamente sexy.

E quando ele tomou o tombo dele, eu é que fui indicada para acompanhá-lo até um aposento lá onde eles ficam em observação pra ver se não quebraram nada.

Foi numa dessas vezes de poucas pessoas que encontramos Meg sozinha na pousada. Quase um mes após o acontecido fui com o Raulnovamente na casa de swing e com intenção de passear e ficamos no bar, até o momento de eu ir ao banheiro, saindo de la dou de cara com o Marcelo eolhei desconfiada de algo, de novo o Raul ter planejado? Mas não tinha nada a ver. Em uma noite em particular, estava numa festa próxima da minha casa. Ele começou a pegar e logo estava com a boca neles, chupando e mordendo como um tarado. Suas coxas estavam também meladas, pois a saia justa a impedira de abrir muito as pernas.

Chegando no hotel a recepcionista disse que todos os quartos estavam ocupados, só restava apenas um de casal.