Chorando No Pauzao Da Minha Namorada Sem Camisinha

2 min

Categoria:

Tag: , , , , ,

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , , , ,

Chorando No Pauzao Da Minha Namorada Sem Camisinha

Chorando No Pauzao Da Minha Namorada Sem Camisinha

Amanda me chupava até o talo,meu pauzão estava todo babado,pela sua saliva e pelo líquido abundante que saia,aquela chupeteira sabia mamar gostoso,eu  resolvi me impor como machão e dar ordens,tirei sua calça legging e mandei que ficasse de quatro no sofá,ela obedeceu e tirou sua blusa,fiquei peladão e coloquei meu pau no seu cuzinho e ela dizia para meter com força e introduzi meu pau naquele cu delicioso e apertadinho,comecei a bombar sem dó,havia esquecido por completo meu cansaço e todo o resto,só queria comer e me aproveitar daquela gostosa e falava;Pronto vadia,seu macho de hoje está comendo seu rabo porque você deve ter um macho por dia pra te fuder e ela dizia olhando pra mim:Sim,dou mesmo,mas escolho bem pois gosto de homem macho como você,está gostando de me possuir,estou adorando seu pau no meu cuzinho,são poucos os que deixo comer. Comprei ingressos para irmos ao Teatro Municipal assistirmos a um concerto, então minha namorada disse que queria que eu tocasse uma siririca para ela durante o espetáculo. Trocamos de posição e para entrar novamente por trás dela, com ela de quatro dessa vez a resistência foi quase a mesma, entrei e me movimentava muito rápido, ela pediu que eu tirasse a camisinha e que gozasse em seu reguinho, e suas costas, tirei, ainda entrei por algumas vezes naquele tesão de bundinha, como era bom massagear aquelas carnes durinhas e grandes, eu a apertava muito e tirando meu pau dela gozei em fortes jatos, mas pouco, em suas costas e bundinha. Iniciei contando pra minha mulher que o Carlos foi passar a noite com a Mônica. eu estava com o rabo cheio de gel, e mesmo assim tinha dificuldade de engolir tudo, gemia, sentia as lágrimas descendo pela minha face, mas ia sentando, sentindo aquele cacete enorme ir entrando inteiro; quando o pau entrou todo comecei a cavalgar, gritando, chorando, gemendo alto, ele chupava meus mamilos e beijava meu pescoço e mandava eu rebolar, e eu sentava rebolando até o talo no seu cacetão fazendo ele gemer de tesão.