Caiu na net video de sexo amador mulher de corno muito cavala metendo gostoso pro corno filmar e corno filmando de minas gerais

30 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

30 seg

Categoria:

Tag:

Caiu na net video de sexo amador mulher de corno muito cavala metendo gostoso pro corno filmar e corno filmando de minas gerais

Caiu na net video de sexo amador mulher de corno muito cavala metendo gostoso pro corno filmar e corno filmando de minas gerais

9 horas da noite avisto uma gata com algumas amigas bebendo num lugar top da cidade, me ve e manda um zap pra chegar lá, continuei na banda, passei de novo me chamou, parei…entraram ela ( roberta ) nome ficticio e mais 2, andanos demos risadas, cantamos e tocamos o terror assim dizendo, 11h30 da noite as duas quiseram ficar onde estavam e as deixei la, a roberta estava com uma mini saia branca, calcinha desenhada na bunda, bem atoladinha, separado bem seu rabo gostoso,coxa grossa e torneada, cabelo preto e longo, ela topa qualquer coisa, e por isso tem minha atenção, siliconada, mulher cavala, tattoada, uma makina de tranzar, emfim, falei pra ela chegarmos na minha casa ou parar em beber, topou na hora, paramos beber conversa vai conversa vem, aquele decote tava me matando, vontade de tirar o pau pra fora e encher aqueles peitos de leite, começamos a falar muita putaria, bar fechando, fomos dar mais uma volta, convidei para ir pra minha casa, topou pq sabia q a putaria ia começar, porém quis passar na sua casa pegar umas ropas pra passar a noite. Mano eu só pensava em ir para casa e pegar o meu remedinho, quando minha mulher quer a noite toda, eu não o super homem, mas com ele eu arrebento rsss. – Seu idiota! Num sabe que caçar é proibido?!Depois de ler este conto, acesse o vídeo em:Depois de muitas conversas e várias discussões minha esposa passou a entender que também sentia falta de algo novo e mais quente, entretanto havia ao longo da vida adquirido padrões vitorianos de liberdade sexual, para entenderem até mesmo se tocar ela ainda não dominava e nem mesmo sentia o prazer de verdade que isso pode dar. Lia os comentários dos contos e ficava mais espantada ainda, porque eram leitores homens que admiravam os cornos dos contos e diziam de sua vontade de também serem cornos. Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal.

Atualmente estou no interior de Minas Gerais, onde busco por casais Bi ou não que curtem uma aventura com sigilo e discrição. Mesmo depois desta deliciosa seção,continuava deitado sobre meu “escravo do prazer” e continuava com meu pinto super duro,pois crianças/meninos,não tem período refrátario,e assim,podem ter quantos orgasmos desejarem(claro que nessa época não sabia disso e muito menos que,aquilo que eu fazia tinha a ver com sexo,nem imaginava o que era,só via na masturbação uma fonte de prazer).

eu estava quase gozando dentro do carro , às vezes vendo o que acontecia e às vezes só imaginando, quando ela se escondia por trás das prateleiras da loja ,e ele quase sempre andando atrás dela como um cachorrinho , ele mais uma vez falou algo pra ela , chegando bem próximo do ouvido dela , ela então fez sinal que sim e foram pro outro lado da loja no setor de cosméticos , ele foi pra dentro de outro balcão ficaram conversando um pouco , às vezes ela ria e ele falando sei lá o quê pra minha safada , devia estar falando algo que ela gostava muito pois foram mais de 20 minutos assim , e eu com o pau pra fora da calça pensando bobagem e muita safadeza , quando ele foi atrás de uma grande prateleira cheia de coisas e ela foi também , parecendo que procurava algo e ficaram alguns segundos lá atrás , aí não vi nada mas fiquei intrigado , será o que rolava lá atrás?Depois de um tempinho eles vieram pra frente da loja , ela na frente e ele atrás olhando diretamente pra bunda dela sem despistar , devia estar vendo aquela bunda gostosa se mexendo muito no vestidinho fino que ela usava , ele arrumou os produtos , fez as contas e ela pagou olhando diretamente pros olhos dele , parece que ele ficou meio tenso ou sei lá e morrendo de tesão , voltou o troco e ela saiu , dando um tchauzinho e olhando pra trás , entrou no carro e saímos ,quando ela falou :“Mas o que é isso ? pra que esse pau duro pra fora da calça seu Corninho safado???” Falei: você quase me mata de tesão , se mostrando pro rapaz daquele jeito e olha no que dá , não tem CORNO que aguente sem bater uma , quero que me conte tudo o que vocês conversaram lá dentro safadona. Morava sozinho em Brasília,vim de Minas Gerais para o Distrito Federal porque tinha me separado e muito decepcionado vim tentar uma vida nova chegando na capital do país aluguei um apartamento onde morei por 2 anos só, eu com meus 37 anos pensei vou viver na solidão, amo cozinhar e no apartamento de frente morava duas mulheres a mãe e a filha, a filha tinha 19 anos e nos víamos muito pouco é somente nos cumprimentamos até que um dia fui fazer uma pizza, afinal amo cozinhar, deixei assando e desci para comprar refrigerante quando me deparei com a vizinha de 18 anos e ela me disse ta cheirando pizza e parece deliciosa pelo cheiro eu disse que estava fazendo e ela já foi pedindo um pedaço, falei que tudobem e que levaria pra ela quando terminar e resumindo bati na porta dela é entreguei o pedaço ela adorou, depois ficamos amigos e ela me disse que sua mãe era enfermeira e as vezes ficava algumas noite só, uma certa noite ela bate na porta e pergunta se pode entrar eu disse só um momento, como adoro andar de sunga dentro de casa fui colocar bermuda, ela perguntou por causa da demora e expliquei então para minha surpresa ela disse se for sunga pode ficar pq estou acostumada a ver homens assim no clube, eu disse assim melhor então ela insistiu em me ver de sunga até que fui no quarto é retirei a bermuda, percebi seus olhares para minhas coxas grossas e o volume dentro da sunga afinal sou dotado,comemos, rumos, e ela começou a dizer coisas sobre sexo e disse que era evangélica e que nunca tinha ficado com homens, e ficava falando você deve ter muitas mulheres em seu pé, eu disse que trabalhava muito as vezes tinha uma ficante porque eu não era de ferro, ela disse vou lá em casa tomar banho posso ficar aqui vendo filmes até dar sono? Porque minha mãe foi trabalhar hj é n queria ficar sozinha, eu disse que tudo bem, ela foi tomar banho e eu também aproveitei e fui banhar também, quando ela volta vem com uma saia branca tecido mole e curta, eu fiquei meio paralisado meu pau deu um pulo na sunga e ela percebeu é brincou nossa como ele ficouenorme acho que ele me quer, fiquei sem palavras, então sem perca de tempo dei um abraço nela e apertei ele no corpo dela e meu pau pulsava tanto e a beijei loucamente, ela se esfregava em mim, fiquei louco de tesão puxei até meu quarto a joguei na cama, fui beijando seu pescoço tirei sua camisa é saia e vi aquele corpo de ninfeta novinha é nem acreditava, ela olhou nos meus olhos e disse sou toda sua faça o que quiser comigo, arranquei o sutiã é chupei delicadamente seus peitinhos duro, desci beijando seu copo até chegar em sua calcinha é mordi a beirada da calcinha e fui retirando com a boca, quando olhei sua buceta nossa bem carnudinha é com pelinhos desenhado parecia um cavanhaque, subi lambendo suas coxas, e abocanhei sua buceta atirava a língua nela com vontade fiquei chupando até que ela contorceu e gemeu alto, tinha gozado em minha boca, subi beijando seu corpo beijei novamente um beijo apaixonado e mamei novamente seus peitos, a coloquei de quatro e lambida sua buceta coxas e cuzinho, beijava suas costas, enfim dei um beijo de língua, ai tirei minha roupa e quando ela viu meu pau ela ficou paralisada e disse por isso as mulheres te adora, tenho um pau lindo grande cabeça vermelha e grande sem mancha é Carocinhos, sem nenhuma deformidades todo depiladinho ela começou a mamar meio atrapalhada mas fui ensinando até que ela passou a mamar bem gostoso, ele olhava pra mim com aquele olhar de menina inocente e safada é sorria enquanto devorava meu pau, pra minha surpresa ela disse quero que goza em minha boca, como demoro gozar eu disse depois gozo, ai peguei lubrificante e passei em sua bucetinha e fiquei esfregando na entradinha é fui enfiando devagar ela começou chorar baixinho e parei, perguntei se queria que parasse ela falou tá doendo muito mas eu quero muito você, então fui beijando e fazendo movimentos de vai e vem devagar até que sentir rompendo o ímem e fiquei parado dentro dela por um tempo, ela falou em meu ouvido meu bem pode me fuder agora já não dói muito, comecei a meter com vontade e ela gemia muito eu ficava louco, coloquei ela de quatro segurei seus cabelos dava tapas em sua bunda e metia com vontade ela gozou muito depois de fazermos em várias posições, tirei meu pau ela abriu a boca e gozei muito dentro daquela boquinha e pra minha surpresa ela engoliu tudo, fomos tomar banho e ficamos deitados nos beijando e a partir daquele dia uma noite sim é outra não ela sempre vinha dar pra mim, até que após um ano mais ou menos ela arrumou namorado da igreja e se casou. Como estava bom eu não parei mais, continuei acariciando o clítoris e pensando que um negão estava me fodendo, aquilo estava uma delícia então comecei a enfiar dois dedos da minha xota, cada vez mais foi ficando mais gostoso e eu já estava até gemendo baixinho. – Não quero que você se assuste,mas tesão é algo que não se explica e o meu é este, quanto mais mulheres na cama do meu marido mais excitada eu fico e eu sei que ele também quer muito isso,então por favor considere a possibilidade de vir, primeiro para que você possa conhecer e ver mais sobre o assunto,se decidir entrar no nossos jogos será muito bem recebida,mas não se negue essa experiência sem ao menos tentar!"Deus meu, me proteja;Que eu nunca venha a ser corno;Se for, que eu nunca fique sabendo;Se souber, que ninguém mais saiba;Se souberem, que eu me conforme;""(Contos de Ricardo 001)Carnaval 2014Sou casado, meu nome é Ricardo, tenho 30 anos (em 2016), moro em SJC.

Estava tudo uma delícia então coloquei meu celular para filmar a foda e fui para o lado deles tocar uma punheta enquanto eles comiam minha namorada safada que gemia feito uma louca mostrando que também estava gostando do sexo. Olá meu nome é Jorge(Nomes trocados pra proteger identidade) sou negro,tenho 1,69 tenho 18 anos,tenho 18cm de pica,chega de apresentação, tudo começou na escola com meu professor de História, Leandro,um homem novo, sarado,gostoso,olhos castanhos,deixava todas as meninas da sala excitada,e a mim também, eu sempre tava um jeito de sair por último da sala pra ficar só com ele,e sempre soltava uma piadinha pra ele saber que eu tava afim dele,certo dia pra meu azar(ou sorte) fiquei ate muito tarde no colégio e o ônibus que levava a gente pra casa já tinha saido,e estava sem dinheiro de transporte pra pegar um ônibus,e do lado de fora do portão vejo uma mão me chamando pra sair da escola,era ele,me ofereceu uma carona,aceitei e entrei no carro dele,conversamos bastante sobre suas aulas,até que o assunto mudou pra sexo,ele me perguntou se tinha alguma aluna que eu já tinha ficado, respondi a ele que não curto muito mulheres,ele ficou em silêncio por um tempo, depois me perguntou se tinha algum professor que eu pegaria,fiquei calado por a resposta seria ele,ele repetiu a pergunta, eu falei que era ele,ele me olhou e ficou em silêncio, e disse tem alguma coisa pra fazer em casa? Respondi que não,ele falou então vou te levar em um lugar algum problema? Respondi que não e ele me levou pra sua casa, chegando lá ele mandou eu sentar,me ofereceu bebida e foi tomar banho,e voltou só de toalha, e assim ficou o tempo todo,bebemos e ele me perguntou se gostava de tatuagem, disse que de algumas,então ele tirou a toalha e ficou nu na minha frente me mostrando a tatuagem que tinha na virilha, fiquei sem ação em vê aquele homem que sempre desejei nu em minha frente,ele já estava de pau duro como rocha e não aguentei e botei em minha boca,era muito grande e grosso mau cabia em minha boca,mas me esforcei o maximo pra engolir aquele pau,ele me deitou no sofá tirou minha roupa,e começou a chupar meu cuzinho,lembia tudo e eu gemia feito louco sempre sonhei com aquele momento, então fizemos um 69 delicioso,ate que pedir pra ele meter aquele pauzao no meu cuzinho,ele me botou de 4 e foi colocando a cabeça do pau era muito grande,doeu bastante, então ele foi metendo e me masturbando pra aliviar a dor,e quando abriu meu cu,ele empurrou de vez,foi uma dor grande,e um tesão maior ainda,ele foi metendo devagar e assim a dor foi passando,ele começou a bombar mas forte,e eu gemia bem alto,e ele metendo bem forte e rápido e batendo em minha bunda,então ele me virou de frango assado e foi metendo e a vontade de gozar foi chegando então ele começou a masturba e eu gozei ele me comendo então achei q ele iria parar,mas não eu não aguentava mas e ele me botou de lado e começou a bombar e eu gemendo feito doido e já chorando de não aguentar mais aquela pica,então ele tirou a pica do meu cu e gozou em minha cara,tomei banho e ele me levou embora pra casa.

” E assim voltei embora da cidade, cheguei na fazenda fui na casa principal espreito na sala e vejo uma tremenda cena de putaria que me deixou chocado, minha mãiiinha nua apenas com uma cinta de ligas e meias brancas de joelhos com aqueles cinco gringos nús na frente dela dando pau pra ela chupar, e Gelson num dos lados filmando tudo.